CDC divulga Relatório de Gestão referente ao exercício de 2021



Como parte integrante de sua prestação de contas anual, a Companhia Docas do Ceará (CDC) divulgou, na última terça-feira (31), o Relatório de Gestão de 2021, aprovado pelo Conselho de Administração (CONSAD) em sua 563.ª Reunião Ordinária.


No relatório, constam os principais resultados e avanços da companhia em 2021 para alcance dos seus objetivos, amadurecimento de sua governança e que contribuíram para a geração de valor público. As análises, incluindo os desafios futuros identificados, são apresentados no documento de forma estruturada pelas perspectivas estratégicas da CDC nos temas financeiro, mercado & sociedade, processos e aprendizado & crescimento.


Teve destaque a aproximação da companhia com o mercado e a sociedade, tanto no âmbito da prospecção de parceiros e clientes, quanto na busca da satisfação dos atuais usuários e população em geral. Reforçando esta aproximação, em 2021 foi atualizado o Plano de Desenvolvimento e Zoneamento (PDZ) do Porto de Fortaleza, que, seguindo as diretrizes do setor portuário, identifica áreas disponíveis para arrendamento ou concessão, totalizando 350 mil m² de suas áreas terrestres.



A perspectiva é de que haja ampliação das concessões para exploração das áreas operacionais e não operacionais do Porto de Fortaleza nos próximos anos, repetindo o sucesso do leilão do Armazém A-1 (MUC01), realizado em agosto de 2021, concedendo a exploração de área destinada à movimentação de trigo em grãos, o que gerará investimentos da ordem de R$ 47,6 milhões.


MUC01 (Armazém A-1)


Outra evidência foi a adesão a novos critérios de transparência pública. 2021 teve início com a reestruturação do site da CDC, cujas principais diretrizes foram o atendimento à Lei de Acesso à Informação (LAI) e a melhoria da experiência dos usuários, levando a uma evolução de 133% no indicador de atendimento aos critérios de transparências em relação ao ano anterior.



A estratégia de aperfeiçoamento de processos pela qualificação do corpo técnico da CDC também foi aprofundada em 2021, com um treinamento de aproximadamente 50 horas por cada empregado, no período.



Para a presidente Mayhara Chaves, “a Diretoria atribui os resultados positivos apresentados à dedicação de seu corpo funcional, à parceria da comunidade portuária e à atuação cada vez mais articulada e eficiente de sua governança. Acreditamos que cada um destes atores é fundamental para a superação dos desafios da CDC e a construção de uma empresa que contribua com o Ceará e o Brasil”.


Acesse o relatório clicando AQUI.