Movimentação de cargas no Porto de Fortaleza se mantém estável em 2021

Atualizado: 17 de jan.



Contêineres e carga geral puxaram as maiores altas com média de 40%


Repetindo a performance de 2020, quando movimentou 4,9 milhões de toneladas de cargas – representando à época um aumento de 12% em relação ao ano de 2019 -, o Porto de Fortaleza teve como destaque em 2021 os contêineres e a carga geral (com alta, respectivamente, de 41% e 40,5%, comparado com 2020). Ao todo, 568 navios atracaram no porto no ano passado. O balanço também foi positivo na área administrativa, com a melhora do desempenho dos indicadores financeiros; estruturação de ações voltadas para a redução de despesas; adequação da tabela tarifária da CDC à Resolução Normativa nº 32 da Antaq; aprovação do novo Plano de Desenvolvimento e Zoneamento (PDZ) do Porto de Fortaleza; e o arrendamento do MUC01.


Entre e janeiro e dezembro do ano passado, foram movimentadas neste modal marítimo, por meio de contêineres, frutas e castanha de caju, entre outros itens. Na relação da carga geral, podemos destacar partes de geradores eólicos, produtos químicos, papel cartonado, vergalhão de aço, tarugos, bobinas e cargas paletizadas (big bag), entre outras. Esses dois principais tipos de cargas responderam pelo montante, cada um, de 65.910 TEUs e 560.061 toneladas. Os contêineres tiveram as maiores altas nos meses de outubro, fevereiro, março, novembro e janeiro, nessa ordem. Já a carga geral registrou as maiores movimentações nos meses de fevereiro, março, outubro, maio e dezembro.

54 visualizações0 comentário