Neste Dia do Trabalhador, a CDC presta homenagem aos profissionais do setor portuário


Considerado uma das atividades essenciais durante a pandemia da Covid-19, o setor portuário no Brasil é composto por profissionais dedicados em prol do desenvolvimento econômico e social do pais. Na Companhia Docas do Ceará não é diferente. Por meio de diversas funções, os colaboradores do Porto de Fortaleza atuam na área administrativa (a exemplo do processo de compras e licitações; ouvidoria; planejamento; auditoria interna; jurídico; segurança, meio ambiente e saúde; recursos humanos; contabilidade; comercial; entre outras) e operacional (infraestrutura; fiscalização; vigilância e gestão operacional). Em nome destes profissionais que a CDC presta homenagem neste 1º de Maio, Dia do Trabalhador.


Neste modal marítimo, localizado em área urbana da capital cearense, no bairro Mucuripe, o trabalhador está acostumado a lidar com toneladas, seja na operação ou mesmo na planilha. Por trás da movimentação de granéis sólidos cereais (trigo) e não cereais (escória, manganês, coque de petróleo, magnésio, enxofre, clínquer, minérios, produtos siderúrgicos, equipamentos eólicos), granéis líquidos (gasolina, diesel, gás liquefeito de petróleo - GLP) e carga geral (contêinerizadas, com destaque para as frutas), cada profissional têm um papel importante nesse processo.


A manutenção da limpeza, a fiscalização da entrada e saída das cargas, a movimentação dos equipamentos com segurança, a agilidade e excelência nos carregamentos e descarregamentos das cargas e toda a parte burocrática necessária para tornar o porto cada vez mais competitivo são alguns dos exemplos.



6 visualizações0 comentário