top of page

Companhia Docas anuncia novo sistema de cadastramento para visitação a navios atracados no Porto de Fortaleza



Entre os dias 18 e 21 de janeiro, o Porto de Fortaleza receberá dois navios de guerra da Marinha do Brasil: o Aeródromo Multipropósito Atlântico (A 140) e a Fragata Liberal (F43).


A primeira embarcação já havia atracado na capital cearense, em agosto último, quando várias autoridades civis e militares participaram de uma solenidade festiva, a Cerimônia do Pôr do Sol.


Desta vez, a Marinha receberá interessados em conhecer ambas as embarcações. E a Companhia Docas do Ceará experimentará, pela primeira vez, um serviço de agendamento prévio, para organizar e proporcionar mais conforto aos visitantes. “O nosso intuito, da Companhia Docas do Ceará e da Marinha do Brasil, é dar oportunidade para os interessados em conhecer, em detalhes, esses navios de guerra, mas garantindo um mínimo de conforto, sem qualquer tipo de tumulto, distribuindo os visitantes, ao longo do dia, conforme a capacidade de atendimento das tripulações. Após se cadastrarem, previamente, pela Internet, os visitantes receberão um QR code, via e-mail, que dará acesso aos navios. É um modelo simples, mundialmente utilizado, em museus, templos, locais de grande interesse, que evita grandes filas e concentração das pessoas, em determinados horários, ao longo do período de visitação”, disse o Diretor-Presidente da Companhia Docas do Ceará, Lucio Gomes.





O novo sistema foi apresentado à Marinha, em reunião realizada na Capitania dos Portos, no bairro Mucuripe, em Fortaleza, quando o Chefe de Gabinete da Presidência da Companhia Docas do Ceará, Paulo Cesar Moreira foi recebido pelo Chefe do Departamento de Apoio da Capitania dos Portos, o Capitão de Corveta, Jorge Vargas. “Estamos trabalhando em parceria com a Capitania dos Portos para garantir segurança, conforto e bem-estar às pessoas que vierem aproveitar o dia de lazer”, disse Paulo César Moreira.

 

O Capitão de Corveta Jorge Vargas disse que a expectativa para a chegada dos navios é ótima e contou que a Capitania dos Portos ainda vai definir a quantidade de pessoas e os horários para as visitações, nas duas embarcações. “Em breve, anunciaremos as informações mais detalhadas. Enquanto isso, queremos reforçar que a Marinha também procura, com isso, divulgar a mentalidade marítima e a importância da nossa Amazônia Azul, demonstrando ao público o grande potencial brasileiro relacionado ao mar”, disse o Chefe do Departamento de Apoio da Capitania dos Portos.

 

A reunião também contou com a participação do Capitão de Fragata Ajudante da Capitania dos Portos, Fernando Oliveira; da Segundo-Tenente Encarregada da Divisão de Serviços Gerais da Capitania dos Portos, Thaís Lima Santos; do Ajudante da Divisão de Serviços Gerais da Capitania dos Portos, Alexandro Almeida; do Coordenador de Comunicação Social da Capitania dos Portos, Alexandre Pereira; do Analista Portuário da CDC, Oswaldo Fontenele; do Coordenador da Guarda Portuária da CDC, Eneas Braga e da Presidente da Comissão de Navios de Passageiros da CDC, Aline Pontes.




Comentários


bottom of page