top of page

Em primeira viagem ao Brasil, BAP Unión atraca no Porto de Fortaleza antes de seguir para o RJ

Atualizado: 2 de fev. de 2022




O maior veleiro da América Latina, pertencente à Marinha de Guerra do Peru, atracou no final de semana no Porto de Fortaleza em sua quinta viagem internacional e a primeira no Brasil. Antes de seguir para o Rio de Janeiro na manhã desta terça-feira (01), onde se junta aos veleiros Cisne Branco, da Argentina, do México, do Equador e ao navio da Colômbia na regata “Velas Latinoamérica 2022”, o BAP Unión foi abastecido com comida e combustível em solo cearense. O evento é coordenado pela Marinha do Brasil, com foco na celebração dos 200 anos da Independência no país.


Com 216 tripulantes a bordo, a maioria cadetes em formação, pois o navio é similar ao navio-escola da Marinha do Brasil, o BAP Unión conta no seu interior com um auditório, uma biblioteca, uma plataforma de computação e salas de aula para instruí-los em navegação astronômica, meteorologia, oceanografia, hidrografia e operações e manobras navais. Concebido também para ser um embaixador de vela, o BAP Unión visita portos nacionais e internacionais reforçando a cultura e o turismo daquele país, com informções sobre produtos emblemáticos peruanos como vestuário, pisco, aspargos, chocolates, tangerinas, páprica, anchovas , entre outros; bem como destinos turísticos peruanos.


O navio possui 34 velas que permitem maior desempenho a favor do vento; quatro mastros com casco composto por 38 módulos de aço; medindo 115,7 metros de comprimento total; feixe de 13,5 metros; calado de 6,50 metros; calado de ar de 53,50 metros; deslocamento de 3.500 toneladas; e velocidade de 12 nós (22 km/h). Enquanto esteve atracado, o BAP Unión deixou estendida as 26 bandeiras náuticas de sinalização marítima internacional. Cada uma delas, representa uma letra diferente do alfabeto e possui um segundo significado que é uma mensagem para outros velejadores. As bandeiras fazem parte do Código Internacional de Sinais (CIS), que regulamenta o uso de sistemas de sinalização (óptica, fonética, radiotelefônica e radiotelegráfica) e permite a transmissão de mensagens essenciais, independentemente da língua falada.


Missão: O navio da Marinha de Guerra do Peru tem como missão complementar o processo de formação do pessoal das Forças Armadas daquele país, para que se possa embarcar a bordo do navio. Também é previsto fomentar o conhecimento marítimo do pessoal convidado durante as viagens programadas do navio e contribuir com a política exterior do estado peruano, mediante atividades protocolares durante a navegação e os portos que visite.


Viagem: O navio BAP Unión saiu de Lima, no Peru, no último dia 26 de dezembro, passando por Cartagena das Índias, na Colômbia, antes chegar no Porto de Fortaleza. A previsão é de atracar no Rio de Janeiro no dia 13 de fevereiro, tendo como rota na regata “Velas Latinoamérica 2022” Montevidéu, Mar del Plata, Punta Arenas, Valparaíso, Calhau, Guayaquil e retorno para o Peru no início de maio. As demais embarcações continuarão a viagem por Balboa, Cartagena das Índias, San Domingo e Curaçao até o mês de junho.




bottom of page