top of page

ESG na pauta de reunião da CDC com a Codesa



Ao longo de 2021, a Companhia Docas do Ceará intensificou as ações ambientais, sociais e de governança, já prevendo neste ano a execução de fomento dessas iniciativas para garantir uma conduta corporativa ética. Mundialmente conhecida como ESG, termo em inglês de Environmental, Social e Governance, o tema está na pauta do dia de muitas companhias e a CDC, representada pela diretora-presidente Mayhara Chaves, e o seu assessor Murilo Guito, esteve reunida ontem (13) com a equipe da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa), em Vitória, para uma rica troca de experiências.


A reunião foi conduzida pela coordenadora de Gestão Empresarial da Codesa, Camilla Bridi, com participação de Larissa Pestana e Maria Celeide Bezerra Guimarães. Na ocasião, Mayhara Chaves explicou que essas ações são aspectos estruturantes do Planejamento Estratégico da CDC e estão evidenciados na missão da companhia, que tem como objetivos do período de 2022 a 2026 aprimorar e padronizar os processos e os instrumentos de controle e integridade. “Estamos em permanente busca de ser eficiente na gestão socioambiental e de segurança portuária, além de ter uma cultura orientada para a satisfação dos colaboradores”, pontuou a diretora-presidente.


Os resultados da gestão são apresentados anualmente no site da companhia (http://www.docasdoceara.com.br/transparencia-prestacao-de-contas) em formato de relatório elaborado seguindo metodologia do International Integrated Reporting Council (IIRC). Na área ambiental, cabe destacar a continuidade do monitoramento ambiental da qualidade da água marinha e dos sedimentos, com coletas e análises mensais da água de lastro, além do monitoramento da biota marinha, de sedimentos marinhos e de espécies exóticas. Esses resultados contribuem para o embasamento das ações de proteção ao meio ambiente na área portuária.


Outra ação importante diz respeito a implantação de coleta seletiva, com orientação da separação correta dos resíduos gerados no Porto de Fortaleza e disponibilização de lixeiras identificadas por cores no prédio administrativo e no Núcleo de Apoio Portuário (NAP). Foram realizadas, ainda, diversas ações de educação ambiental envolvendo os colaboradores portuários, como as campanhas de conscientização socioambiental que marcaram o Dia de Combate à Poluição, o Dia Mundial das Árvores e o Dia Mundial de Higienização das Mãos.

Já o Programa de Treinamentos da CDC permitiu que, em média, os colaboradores atingissem 49,7 horas de treinamento em 2021, resultado 32% superior ao de 2020 e o maior já registrado na companhia. As capacitações realizadas contemplaram, além de treinamentos direcionados às competências desejadas em cada setor, cursos com temáticas de Ética e Serviço Público e Coleta Seletiva. O programa também englobou treinamentos para conselheiros, administradores e membros de comitês, com enfoque no Aprimoramento da Governança. Capacitações direcionadas, relacionadas ao controle de cargas perigosas e ao uso sustentável de recursos hídricos, também foram contempladas.


Entre tantas outras ações, a Companhia Docas do Ceará adequou seu Estatuto Social ao Novo Estatuto e Modelo de Governança proposto pela SEST, adotando melhores práticas de governança corporativa, conforme diretrizes da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Também em 2021, a CDC implementou as inovações previstas, como o tratamento adequado às hipóteses configuradoras de conflitos de interesses dos administradores, maior transparência, aprimoramento do processo de seleção de administradores, por meio da criação de política de indicação e plano de sucessão, além da garantia de atuação de conselheiro independente.




Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page