top of page

Programa de Monitoramento Ambiental da CDC embasa ações na área portuária

Uma das ações ambientais realizadas pela Companhia Docas do Ceará, por meio da coleta de amostras de água de lastro de embarcações internacionais que atracam no Porto de Fortaleza, aconteceu no último final de semana. Com periodicidade mensal, a coleta faz parte do Programa de Monitoramento Ambiental da CDC e o laudo do resultado da análise físico-química e biológica sai em 45 dias. O trabalho foi conduzido pela bióloga Marília Cardoso Pereira, da Monã Consultoria Ambiental.



Já no mês de novembro, foi iniciado o monitoramento da fauna encrustada a partir da coleta de sedimentos e da instalação de placas para detectar a diversidade de seres vivos na bacia de evolução, no entorno e nos locais mais afastados do porto. Segundo explicou o técnico e biólogo da CDC, Saulo Nogueira, os resultados fornecem dados que contribuem para embasar ações de proteção ao meio ambiente na área portuária. Esta ação acontece a cada três meses.

bottom of page