top of page

Terminal de contêineres do Porto de Fortaleza triplica o número de Scanners



A Companhia Docas do Ceará atua para agilizar a fiscalização das cargas transportadas dos caminhões para os navios atracados, no Porto de Fortaleza.

O número de scanners passa de um para três. Os dispositivos adicionais estão sendo disponibilizados pela empresa CMA CGM, que opera no Porto de Fortaleza, desde abril deste ano e é uma das três maiores líderes mundiais em transporte marítimo e logística.


A utilização dos scanners é uma conquista, segundo o Diretor-Presidente da Companhia Docas do Ceará, Lucio Gomes. "Nós fiscalizávamos, em média, 50 contêineres por hora. Agora, a nossa capacidade passou para 175 unidades, no mesmo tempo. Viabilizamos, portanto, celeridade na movimentação das cargas, no interior do pátio, uma vez que 100% delas são scaneadas. Dessa forma, o Porto de Fortaleza está proporcionando eficiência e segurança no processo operacional", disse.

bottom of page